O Princípio do auto-suprimento Florestal

24 de April de 2009 at 5:46 pm | Posted in legislação | Leave a comment

Sempre me perguntei por que as indústrias que utilizam insumos florestais são verticalizadas. Hoje descobri que é graças ao Código Florestal.

Em seu artigo 21, o código obriga as empresas a manterem uma produção florestal própria. Ou seja, se você possui uma indústria que depende de carvão vegetal, você não pode simplesmente comprar todo seu insumo no mercado, de terceiros. Você deve produzir o seu: ou seja, deve imobilizar capital em terras (ou ter o custo de arrendá-las) e desviar a atenção e os investimentos para outro empreendimento que é o manejo florestal. Se isso é ou não mais eficiente para a empresa não cabe a você decidir.

Administrativamente, a eficiência de verticalizar ou não é casuística. Mas, ambientalmente, será que esta é uma solução mais eficiente? Sem obrigação da verticalização, mais empresas tenderiam a comprar de terceiros. Isso significa um incentivo para mais agentes recuperarem áreas degradadas e protegerem recursos hídricos dispersos no território para produzir florestas – especialmente porque estamos falando da necessidade de suprir sistematicamente uma demanda, e não do mero extrativismo ocasional, que não se sustenta a longo prazo.

Leave a Comment »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.
Entries and comments feeds.

%d bloggers like this: